04/10 às 14:56

Sambadeiras é a voz feminina do samba das ladeiras de Olinda

Sambadeiras é a voz feminina do samba das ladeiras de Olinda
150 mulheres unidas com um propósito: levar a força e beleza feminina com paixão às ladeiras de Olinda. 

Créditos imagem: PE no Carnaval

O ano era 2008, quando um grupo de amigas resolveram se juntar para curtir o carnaval juntas. Com o passar do tempo essa união foi ganhando uma grande proporção e resultou na criação do primeiro bloco feminino de samba das ladeiras de Olinda: Sambadeiras.

Com origem no maracatu, o grupo encontrou no samba um espaço para mostrar onde eram capazes de chegar. Focadas essencialmente no empoderamento feminino desde a sua origem, as Sambadeiras têm um papel fundamental na luta desse movimento "Estamos sempre focadas na questão emocional feminina para que nós, mulheres, tenhamos apoio umas nas outras. E vamos continuar com esse trabalho", afirma Ianara Teixeira, uma das fundadoras do bloco.

Nas Sambadeiras as mulheres dão um verdadeiro show de ritmos. Os talentos podem ser percebidos desde os vocais até o manuseio de instrumentos como surdo, caixas, agogô, ganzá de ficha e tamborim. Cada uma dá o seu melhor e se aperfeiçoa para os grandes desfiles do carnaval, que acontecem aos domingos e terças-feiras. 

Anualmente o grupo abre inscrições para novas integrantes. Esse ano, após o sucesso do carnaval 2019, foram mais de 200 mulheres inscritas. Flaviane Reis foi uma das selecionadas. Ela toca tamborim e conta que está bastante empolgada com o que vem vivendo "Venho  para os ensaios todos os domingos e estou adorando. Toda essa questão de se maquiar, se produzir é realmente o que eu gosto de fazer. Toco tamborim e sinto só gratidão pelas sambadeiras", diz. 


Ensaios


Quem quiser sentir de perto toda essa energia é só ir aos ensaios abertos das Sambadeiras. Eles acontecem todos os domingos no Centro Luiz Freire, em Olinda, a partir das 15h. Não dá pra perder!