27/02 às 13:58

Recife faz o maior Carnaval da história com recorde de 2 milhões de foliões

Recife faz o maior Carnaval da história com recorde de 2 milhões de foliões
Grande público não prejudicou o funcionamento dos serviços como a operação de mobilidade e a limpeza. Destaques para o espetáculo de abertura e noite das mulheres, no Marco Zero e grandes atrações nos polos de bairro.

Na rua, no Recife Antigo e nos bairros, o folião recifense mostrou mais uma vez como se faz o verdadeiro Carnaval de Rua. Uma multidão de 2 milhões de brincantes curtiu nos polos oficiais da Prefeitura do Recife fazendo o mais democrático e plural Carnaval do mundo, com o recorde de público na noite de abertura. Na boca e no coração do folião ficaram a decoração com o tema A Criança, o Circo e a Cultura Popular, que inspirou uma das mais belas montagens de palco do Polo do Marco Zero, a alegoria do Galo Gigante e grandes espetáculos, nos palcos e nas ruas. Ao todo foram mais de 3,2 mil apresentações. 

O Palco do Marco Zero recebeu nomes como Lenine, Alceu Valença, Cordel do Fogo Encantado, Elba Ramalho, Maestro Forró, Almir Rouche, Pitty, Mariene de Castro, Paralamas do Sucesso, Revelação, além dos homenageados do Carnaval Maestro Edson Rodrigues e Bloco das Flores, com média de público de 300 mil foliões por dia. Mesmo diante do volume de foliões o acesso ao Bairro do Recife foi facilitado por um esquema eficiente de trânsito, com ampliação do Táxi Metropolitano, nova rota do Expresso da Folia e pontos de Táxi e transporte por aplicativo.

Este ano o Carnaval do Recife contou com 46 polos ao todo. A festa nos bairros teve destaque no Ibura, onde Priscila Senna bateu outro recorde de público, atraindo mais de 20 mil pessoas na noite de ontem. No palco da Várzea, por onde passaram atrações como Devotos e Paralamas do Sucesso, a média de público foi de 10 mil a 18 mil pessoas. A noite mais movimentada foi a da segunda-feira, quando Marcelo Falcão se apresentou no polo. Símbolo de cultura e resistência, Brasília Teimosa confirmou sua vocação para as celebrações culturais, *com uma média de público de 8 mil a 10 mil pessoas, que festejaram Momo ao som de Nação Zumbi e Nando Cordel. 

A operação de limpeza teve foco na sustentabilidade, aumentando em 150% a quantidade de material reciclável recolhida nos polos de folia. O projeto Bora Reciclar! cadastrou um total de 531 catadores de material, com apoio e pagamento de diárias de trabalho, além do apurado com o material recolhido. Ao todo, 31 toneladas de resíduos sólidos foram encaminhados para reciclagem. Ano passado, a operação da Prefeitura do Recife já havia reaproveitado 12 toneladas de material. Da noite de abertura até o arrastão do frevo, 529 toneladas de lixo foram recolhidas durante o Carnaval.

Festa que atrai visitantes dos quatro cantos do planeta, o Carnaval do Recife também agradou aos turistas: 97% dos visitantes disseram que recomendariam o Carnaval do Recife para amigos e parentes e 95,7% alegaram que voltariam para a festa recifense. Um total de 93,5% avaliou positivamente a festa e 91,4% afirmou que o Carnaval do Recife superou ou atendeu as suas expectativas. Ainda segundo o Cipec, o gasto médio do turista foi de R$ 265,60 em um dia, sendo a maior para consumo de bebidas ou comidas. Nos hotéis, a ocupação superou as expectativas e foi para 98%, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis em Pernambuco (ABIH-PE).

 

Números da festa


- Total de apresentações: 3.252, entre agremiações e atrações de palco

- 99% de atrações pernambucanas

- 1.180 artistas contemplados

- 616 apresentações de orquestras

- 1.185 apresentações de agremiações

- 1270 atendimentos para blocos/agremiações de rua

- 130 blocos e agremiações no Corredor do Frevo