768 510

O ano está acabando e com ele a chegada do carnaval se aproxima. A ansiedade e a vontade de curtir a melhor festa do ano só aumenta. Sabendo que bom mesmo é curtir a folia, o PE no Carnaval trouxe uma lista com as principais prévias do carnaval que vão invadir as primeiras semanas de janeiro.

Confira as prévias de 05 a 14 de janeiro: 

 

Hoje a Mangueira Entra – Ela é o abre-alas da folia. A festa começa já na primeira sexta do mês, 05 de janeiro, e vai levar muito samba no Clube Atlântico de Olinda. Na line-up, Malícia Champion, projeto paralelo da banda Academia da Berlinda, Maestro Dedé e sua Orquestra e Cris Galvão, tradição da prévia há 10 anos.

Festa No Céu – O Baile – Na segunda sexta do mês, 12 de janeiro, o baile vai ter hino atrás de hino com o agito de Valesca Popozuda, Pabllo Vittar e Banda A Sedutora, além de DJs nos intervalos com Pepe Jordão feat Aslan CabralAlex Bloon e DJ Gael. A prévia oferece open bar de Vodca Saborizada, Cerveja, Catuaba Selvagem, Água e Refrigerante. Os ingressos já estão à venda no Vamoz. A festa será no Clube Português do Recife.

 

Mulher na Vara –  o Troça Carnavalesca Mista comemora seus 25 anos de vida com muita lambada, frevo e folia. Na line-up, Beto BarbosaSamba Led e Orquestra de Frevo vão agitar os foliões. A festa será no sábado, 13 de janeiro, a partir das 17h, no Catamaran.

 

Bengala do Barão –  a sexta edição promete ferver o Catamaran. A folia começa a partir das 13h, no domingo, dia 14 de janeiro. Na line-up Sambar&Love, Silvana Salazar, Ninha, ex-Timbalada, D’Angelo Espindola & Orquestra de Frevo, além da participação especial de Almir Rouche e Ceceu Valença. Os ingressos já estão à venda no site do Vamoz

 

Balança Maluco – A festa chega no seu segundo ano e será realizada no Cabanga Iate Clube. Quem vai comandar o agito será a banda Bora Bora, PagunçaSambar & Love, Luiz Caldas, além de Orquestras de Frevo. A festa começa de 21h, na sexta, 19 de janeiro. Os ingressos já estão à venda no Vamoz.

 

Essas são só algumas das prévias que te aguardam, ainda vem muito mais para aproveitar até o carnaval chegar. Fique por dentro de toda a folia através do nosso portal, Facebook, Instagram e nosso aplicativo PE no Carnaval, na versão IOS e Android.

Veja também:

 

Central PE no Carnaval no Shopping Rio Mar

Camarotes para você brincar o Carnaval

Carvalheira na Ladeira anuncia atrações

 

Pe no Carnaval 2017-12-28 20:13:30 Safari Studio Safari Studio
Tags:

768 510

A Troça Carnavalesca Mista Mulher na Vara vem com novidades para o carnaval de 2018. Comemorando seus 25 anos de existência, a troça promete uma prévia para o esquenta do carnaval.

A festa será no no Catamaran, localizado no Cais Santa Rita, dia 13 de janeiro a partir das 17h, e vem com muita lambada, frevo e samba para o folião tirar o pé do chão.

Samba Led e Orquestra de Frevo vão fazer a animação dos foliões ansiosos por mais um carnaval, mas o destaque da festa está por conta do artista Beto Barbosa, o “Rei da Lambada”.

A prévia vai ter participação especial de Josildo Sá, Nonô Germano e André Rio. Jota Michiles é o grande homenageado do Mulher na Vara e Nena Queiroga como Homenageada do Carnaval.

Ingressos prévia Mulher na Vara

Os ingressos já estão à venda por R$ 60,00 ou mesa para quatro pessoas por R$ 350,00. Para mais informações é só ligar para o telefone (81) 9.92913249.

A troça tradicional surgiu em 1993, sai todas as segundas de carnaval, da Rua da Boa Hora.

A troça tem como característica seguir as ruas de Olinda com um bambu de cinco metros de comprimento, onde homens seguram as bordas e quatro seguem no centro para ajudar as foliãs que sobem na vara durante todo o percurso.

Veja também:

Vamoz, o seu portal de ingressos 

Camarote Olinda com virada de lote

Pabllo Vittar no Carvalheira na Ladeira

Camarote Vulcan House em Olinda

Pe no Carnaval 2017-12-21 20:11:03 Safari Studio Safari Studio
Tags:

 

Os Blocos tradicionais que fazem sucesso entre os foliões, apresenta  cada um a sua História, cada um com caminhos diferentes, mas o objetivo comum é levar a alegria aos foliões, levando toda a magia para o Carnaval de Pernambuco.

Conheça as histórias:

 

Homem da Meia noite- 1932

Foto: Acervo Pe no Carnaval
O Homem da Meia noite desfila no sábado de Carnaval. Foto: Acervo PE no Carnaval


O Tão querido homem que desfila no sábado de carnaval pelas ruas de Olinda.

O Grandão com quatro metros e 49,5 quilos foi fundado no dia 2 de fevereiro, na data destinada a Iemanjá na religião do Candomblé. Para o desfile de todos os anos, o Calunga passa por uma série de rituais “Tem um que ocorre sempre às 18h do dia que antecede sua saída pelas ruas de Olinda que eu não posso fazer porque não bebo, que é a troca de roupa dele. Só pode tocar na roupa quem bebe porque é feito um brinde com cachaça no fim. Não posso contar as outras coisas, só posso dizer que no fim uma criança dá banho de perfume nele”, entrega o presidente. Diz o Presidente da agremiação Luiz Adolpho.

A origem do bloco não se sabe a versão correta, mas é contado que tenha surgido através de um filme chamado “Ladrão da Meia-noite”. A segunda versão é levada com mais veracidade, conta que o Capinteiro Bernadino da Silva sempre via um homem vestido fraque nas cores verde e branco, dente de ouro e Cartola alta, passando pelas ruas de Olinda a partir das 0h. Um dia Bernadino resolveu segui-lo e descobriu que ele era um Dom Juan que pulava a Janela das moças.

 

Galo da Madrugada – 1978

Foto: Acervo Pe no Carnaval
O Galo da Madrugada é considerado o maior bloco do mundo. Foto: Acervo Pe no Carnaval

E quem iria imaginar que aquele bloco que leva uma multidão de gente que tem hoje, começou apenas com 5 familiares e 2 amigos?
Essas pessoas desejavam resgatar o Frevo de rua. O Bloco saia pela manhã, assim quando o comercio abria para ir arrecadando dinheiro dos comerciários. Algumas pessoas achava que saia muito cedo, até que uma falou “Vamos sair com o galo” (Famosa expressão para dizer que está muito cedo).
Guilherme Menezes, diretor de Marketing da agremiação e filho de um dos fundadores conta que no primeiro ano era apenas uma banda, no segundo já aumentou para duas, e assim foi. Já no quinto ano, a banda não não conseguia dar mais conta, era tanta gente querendo o galo que em 1990 , 10 trios começaram a comandar a festa. Hoje o galo saí com 30 trios e 2,5 milhões de pessoas.

E se não houvesse um acordo com os órgãos Públicos, certeza que esse tal Galo iria aumentar muito mais a quantidade de pessoas.

 

Amantes de Glória – 1997

Amantes da Glória é um dos blocos mais queridos entre os foliões. Créditos: Divulgação


O Bloco que dá Asas a imaginação dos foliões, surgiu no ano de 1997, pelas ruas do Recife Antigo a partir das 16h. Os Amantes da Glória surgiu pela paixão de Cinco amigos por uma atriz espanhola chamada Vitória Abril, os adolescentes que tinham seus 17, 18 anos eram estudantes de jornalismo e psicologia, que iam ao cinema e depois se encontravam em algum bar para conversar sobre o filme. Todos os estudantes ficaram apaixonadíssimo por Glória (Personagem). E dai por diante decidiram colocar os amantes de Glória nas ruas, e hoje toma essa proporção enorme que é.

 

Eu Acho é Pouco

Bloco eu Acho é pouco arrasta milhares de pessoas por onde passa. Foto: Jean Ribeiro/Pref. Olinda
Bloco eu Acho é pouco arrasta milhares de pessoas por onde passa. Foto: Jean Ribeiro/Pref. Olinda

O Bloco vermelho e amarelo surgiu na época da ditadura militar e já está na terceira geração. A maior preocupação da agremiação é deixar tudo documentado para a prole.

“O bloco foi criado por nossos pais, mas eles não imaginavam no que ele se transformaria. Então não documentaram nada e esqueceram boa parte dessa história. Por exemplo, até o porquê do nome não se sabe, há várias versões, mas nenhuma oficial”, diz Fabiano Guerra, um dos organizadores.

São duas festas para os adultos ( no sábado e na terça de carnaval) e uma para as crianças, o Eu acho é pouquinho (na segunda)

Mesmo levando em consideração o tamanho da troça toda, Fabiano diz que a pretensão do grupo não é se tornar um bloco gigantesco. “Ninguém é remunerado, a decisão é colegiada e tudo que a gente arrecada é para ver o bloco na rua. Não recebemos nenhum patrocínio, nem público e nem privado. A gente pensa que pode tirar esse dinheiro de quem realmente precisa”.

 

Mulher na Vara – 1993

Créditos: Divulgação
O Tradicional bloco Mulher na Vara nasceu em 1993. Créditos: Divulgação

O Presidente e um dos fundadores do bloco, Carlos Procíncula, fala que um grupo de crianças começou a gritar “Olha, mãe, vem ver a mulher”. 13 amigos resolveram sair correndo atrás de uma agremiação. Há 23 anos, o Carnaval de Olinda estava homenageando Julião das Máscaras e o chão estava tomado pela fantasia, dai, uma das amigas a Luciana Pinto, escorregou e torceu o tornozelo.

“Inicialmente tivemos a ideia de carregá-la nas costas, mas um desses colegas estava com um pedaço de vara tentando tirar goiaba da árvore. Foi então que sugerimos dela sentar, como se fosse um banquinho, e nos revezamos para levá-la. Depois que essas crianças gritaram, começou um corinho: ‘mulher na vara’. Quando olhamos para trás tinha uma multidão nos seguindo e uma orquestra acompanhando”, recorda Carlos.

Desde então, os integrantes da agremiação faz questão de sair em frente ao número 207 da rua da Boa Hora, em Olinda.
Hoje, a vara de Bambu tem cinco metros de comprimento, e seis homens seguram as bordas, quatro ficam no centro para ajudar cerca de 80 meninas que sobem na Vara durante todo o Percurso.

Luciana a inspiradora da agremiação, mora em Boston (EUA) há 12 anos, mas sempre volta pra Olinda no Carnaval e faz questão de subir na Vara.

 

Bloco da Saudade – 1974

Bloco da Saudade traz a emoção para o Carnaval de Pernambuco. Foto: Acervo Pe no Carnaval

O Bloco da Saudade foi criado a partir de uma canção do célebre compositor de frevos Pernambucanos, com a proposta de reviver os carnavais líricos da primeira metade do século passado.

Na Letra da canção , o autor quis idealizar o bloco da saudade, uma agremiação que tomaria as ruas de Recife e de Olinda, para que as pessoas revivessem aqueles inesquecíveis grupos carnavalescos.

Onze anos após Edgard Moraes ter composto a canção , um grupo de amantes do carnaval, o intelectual e estético Antonio José madureira, conhecido como Zoca e o jornalista Marcelo Varela , apostou com o compositor que criaria o Bloco da Saudade, e que com o bloco reviveria os antigos carnavais, já que a tradição encontrava-se perdida.

Pela primeira vez na rua, o bloco da saudade desfilou pelo bairro do cordeiro em 1974, ainda sem o característico Abre-alas. Os fundadores do bloco trouxeram de volta a tradição dos blocos de pau e corda ao melhor carnaval do mundo, o carnaval de Pernambuco.

 

Bacalhau do Batata – 1962

Na Quarta-feira de Cinzas , o Bloco Carnavalesco Bacalhau do Batata anima a manhã dos Olindeses, com boneco gigante e uma orquestra de frevo, o bloco mostra que o carnaval pernambucano não termina na terça-feira.
Criada pelo garçom Izaías Pereira da Silva, o Batata, a agremiação foi a maneira encontrada pelo fundador para o bloco carnavalesco destinado àqueles que, por trabalharem durante o período de festas momescas, deixavam de brincar o Carnaval. O estandarte do bloco traz os ingredientes de uma bacalhoada e o boneco gigante confeccionado em homenagem ao garçom sai na linha de frente da troça.
O bacalhau do Batata é uma ótima opção para os que ainda tem folego na quarta-feira de cinzas.

Mangue Beat – 1996

Créditos: Sol Puquerio
“Da lama ao caos, do caos a lama” Bloco do Mangue é sucesso. Créditos: Sol Puquerio

 O bloco Carnavalesco Mangue Beat, sai pelas ladeiras de Olinda sempre no sábado de Zé Pereira, Mela todo mundo de argila, numa forma de homenagear o mangue, ícone da agremiação. Além do Frevo tradicional, são cantadas, durante o desfile do bloco, diversas canções do movimento encabeçado pelo grande cantor pernambucano Chico Science, que faleceu em um acidente de carro em 1997, um ano depois de ter fundado o bloco. Entre as músicas entoadas estão: Da Lama ao Caos, Maracatu Atômico, A Praiera e Manguetown

O bloco foi fundado em 1996 Um dos fundadores do bloco, criado há 19 anos, Fernando Viana, contou que a ideia de sujar todos com argila veio a partir de uma viagem. “Eu e um grupo de amigos estávamos na Praia do Paiva (Litoral Sul de Pernambuco), e resolvemos trazer para Olinda um balde com essa argila, chamada caulim, usada para fazer desodorante, pasta de dente”, contou. Para ser passada no corpo, Fernando afirma que é preciso molhar a argila, que é considerada para ele e o grupo como “terapêutica”.

O bloco também é uma forma de lembrarmos de Chico Science e abordar sobre o tema de sustentabilidade.

 

Ceroula de Olinda – 1962

Foto: Acervo Pe no Carnaval
Ceroula de Olinda foi fundada em 1962. Foto: Acervo Pe no Carnaval

 

A Ceroula de Olinda foi fundada em 5 de Janeiro de 1962, por um grupo de 6 pessoas, Antonio Aurélio Sales (Cabela), o fundador e atual presidente de honra, Arthur Ferreira, Gilvan Gonçalves, Lúcio, Lucilo Araújo, Jamones Góes. O nome Ceroula surgiu numa contraposição à outra troça da cidade, o Pijama. Desde então, é muito frevo no pé ano a ano.

 

Pitombeira dos quatro Cantos – 1947

Foto: Acervo Pe no Carnaval
A Pitombeira que lota as ladeiras da cidade alta. Foto: Acervo Pe no Carnaval

A Pitombeira dos Quatro Cantos, foi fundado no dia 17 de fevereiro de 1947, por foliões dos bairros do Amparo e dos Quatro Cantos.
A troça percorre todas as ladeiras de Olinda, seu estandarte é feito por um losango e nele está desenhado uma parte dos Quatro Cantos e da Rua Prudente de Moraes, tem pendurado dois cachos enormes de pitomba.
Suas cores são o amarelo e o preto. Seu hino foi composto por Alex Caldas em 1950, e é um dos mais conhecidos e tocados em Pernambuco, principalmente durante o Carnaval.

 

Confira AQUI a programação completa de todos esses blocos.

Pe no Carnaval 2017-03-07 07:50:04 Safari Studio Safari Studio
Tags:

Com o Carnaval já batendo na porta, a Mulher na Vara ainda tem fôlego para o seu último acerto de marcha. Os Acertos de Vara acontecem para esquentar o folião para as ladeiras de Olinda, além de preparar a orquestra para aguentar o dia de desfile na cidade alta, que acontece na segunda-feira de carnaval.
O seu último acerto será hoje, , às 19h, no Garage Food Trucks, no Espinheiro. A entrada é gratuita. A grande atração da prévia é o cantor Geraldo Maia. o evento conta ainda com dj Arlequim Dourado e orquestra de frevo.

Pe no Carnaval 2017-02-23 10:02:16 Safari Studio Safari Studio
Tags:

Com o Carnaval se aproximando cada vez mais, diversos blocos já estão promovendo seus ensaios e, a troça carnavalesca mista Mulher na Vara não poderia ficar de fora. O seu último acerto de marcha antes do Carnaval, está marcado para acontecer na quinta-feira da semana pré carnavalesca, dia 23 de fevereiro, às 19h, no Garage Food Trucks, no Espinheiro. A entrada é gratuita.

 

T.C.M Mulher na Vara promove prévia carnavalesca. : Welington Silva/PE no Carnaval
T.C.M Mulher na Vara promove prévia carnavalesca. : Welington Silva/PE no Carnaval

As atrações são dj Arlequim Dourado, orquestra de frevo e artistas convidados. As camisas do bloco e também copos personalizados  estarão sendo vendidas no local.

Pe no Carnaval 2017-02-15 22:12:23 Safari Studio Safari Studio
Tags:

Intitulada Ovara, a prévia carnavalesca da troça Mulher na Vara, está marcada para acontecer na sexta-feira 10 de fevereiro, no bar Vapor 48, na praça das Cinco Pontas, bairro de São José. As atrações anunciadas foram: Orquestra do Maestro Lessa, a Batucada da Vara, os dj’s da festa Boka Loka e grupo Mambembes
O grupo Mambembes é um projeto formado por: Victor Camarote (voz), Marcelo Cavalcante (voz e violão), Fábio Santos (Flauta e Sax), André Alencar (Baixo) e Charles Silva (Bateria). No repertório, músicas que fazem parte do universo popular brasileiro e pernambucano, especialmente. Trafegam do cancioneiro saudosista ao contemporâneo, executando nomes como: Chico Buarque, Novos Baianos, Alceu Valença, Luiz Gonzaga, Reginaldo Rossi, Caetano Veloso, Cartola, João Bosco, Paulinho da Viola, Noel Rosa, Eddie, Otto, Erasto Vasconcelos (um dos homenageados do carnaval de Olinda), Academia da Berlinda, entre outros. O grupo tem se apresentado em diversas casas da cidade e preparou um show especial para a Prévia do Mulher na Vara.

 
A grande atração principal da festa será  a vara de 5 metros de bambu, onde as mulheres que quiserem poderão subir na vara como treinamento para o Carnaval 2017 nas ladeiras de Olinda. A ideia é para que o público já se acostume para no dia do desfile da Troça, acontece na segunda-feira, 27 de fevereiro, com concentração a partir das 10h30, estejam todos aquecidos.

 

 

Durante a festa estarão sendo vendidos copos e as camisas modelo 2017 da troça carnavalesca mista. Os copos de 300ml custam R$5 e as camisas R$30.

 

Os ingressos para a prévia estão custando R$ 60. Estudantes R$ 30 e os  Ingressos limitados antecipados: R$50.

Pe no Carnaval 2017-02-10 08:02:45 Safari Studio Safari Studio
Tags:
Pe no Carnaval 2016-02-08 17:36:46 Safari Studio Safari Studio
Tags:

Há 23 anos que a troça Carnavalesca leva alegria aos foliões, a Mulher na Vara, e ela  realizará sua última Prévia acontecerá na quinta-feira (04), no Garage Food Trucks, ao lado da igreja do Espinheiro, a partir das 19h. E Para fechar com Chave de Ouro , a atração da noite será o Músico Don Tronxo.

 

O Don Tronxo é um grande parceiro de Alceu Valença na composição da Música como Moinhos (1984) e Nas Asas de um Passarinho (2002), Don Tronxo, está celebrando 40 anos de música, e nada mais que justo, ele irá apresentar os sucessos do seu mais novo disco intitulado “Folias de Carnavais”, que é composto por ritmos como Maracatu, Frevo, Samba e Ciranda.

Pe no Carnaval 2016-02-01 17:23:37 Safari Studio Safari Studio
Tags:

A Mulher na Vara surgiu em 1993, numa brincadeira de amigos. Uma jovem que brincava carnaval torceu o pé. Mas os amigos decidiram não deixa-la para trás e a carregaram pelas ladeiras em cima de um pedaço de goiabeira. Desde então, na segunda-feira de carnaval, ao som de muito frevo, mulheres são convidadas a subir no pedaço de madeira.

 
A Prévia acontece neste sábado (23). A ideia é aquecer os foliões para o desfile oficial , que acontece na segunda-feira de Carnaval (08 de fevereiro). A festa contará com a participação de estandartes de agremiações tradicionais do carnaval, orquestras de frevo e bandas de pau e corda convidadas, além de artistas locais que serão chamados para participação especial.

 

No local, também estarão sendo vendidas as camisas modelo 2016 do
bloco, por R$35, o que dá direito a bebida na concentração da
troça no carnaval.

 

O Evento será gratuito, a partir das 16h, na Garage Food Truck – Rua Padre Silvino Guedes, 65 (ao lado da igreja do Espinheiro).

Pe no Carnaval 2016-01-19 17:54:24 Safari Studio Safari Studio
Tags: