Artistas do nosso Carnaval

Conheça um pouco da história desses artistas de qualidade inquestionável. Personalidades ilustres que enaltecem a cultura pernambucana com sua musicalidade, mundo afora.

Maestro Forró

Pernambuco
Maestro Forró
Créditos: PE no Carnaval

Maestro na música, mas também na vida, a alegria sempre presente em seu dia a dia.

Inquieto e de espirito independente, Forró começou a trabalhar aos 14 anos. Nascido no dia 14 de outubro de 1974, no Recife, Francisco Amâncio da Silva, o irreverente “Forró” ganhou esse apelido quando ainda era aluno de música na Escola Dom Vital. Músico talentoso e precoce, logo se tornou monitor e professor por onde passou.

Torcedor do Santa Cruz, o maestro diz que foi natural a sua escolha, pois além do pai ser também tricolor, a proximidade desde a infância na Bomba do Hemetério com a sede do Arruda enfatizou a sua escolha. Nas comemorações dos 95 anos do Santa Cruz, o Maestro Forró, em parceria (póstuma) com Nelson Ferreira, compôs o frevo de rua, Vulcão Tricolor e presenteou o clube com uma apresentação memorável da OPBH na sede social do clube. O maestro Forró é pai de Thaís, Mylena, Mayara e Júlia e a suas ‘crias’ não param por aí. Em 2002, o Maestro Forró criou na sua própria casa a Escola Comunitária de Música Zé Amâncio do Coco e assim nasceu a Orquestra Popular da Bomba do Hemetério (OPBH).